Faixas de repúdio a vinda de Bolsonaro à UFCG são furtadas de muros da universidade

11 de abril de 2019

Duas faixas da Associação dos Docentes da UFCG – ADUFCG, repudiando a vinda do presidente Jair Bolsonaro ou de integrantes de seu governo à UFCG foram retiradas dos portões de entrada do Centro de Ciências e Tecnologia – CCT e Centro de Ciências Biológicas e da Saúde – CCBS, em Campina Grande, na noite de terça-feira. A entidade pretende registrar um boletim de ocorrência na Polícia e avalia a reação como uma tentativa cercear seu direito a liberdade de expressão. Na manhã de hoje (12/04), mais uma faixa foi furtada. Desta vez, foi a que estava colocada na entrada do Bloco BZ.

As faixas foram colocadas na terça-feira pela manhã (09/04) e permaneceram nos muros da UFCG até a noite de quarta-feira. As primeiras informações que chegaram até a diretoria do sindicato indicam que três homens, num veículo da marca Citroen, de cor vermelha, foram responsáveis pela retirada do material que estava no CCBS.

Um dos vigilantes do local teria questionado a ação e recebeu como justificativa que o local era uma via pública e que eles poderiam fazer o que quisessem.

A diretoria da entidade explica que faixas repudiando a possível vinda de Bolsonaro ou de integrantes de seu governo a UFCG foram aprovadas em assembleia geral da categoria. Outras faixas ainda permanecem em entradas da universidade e que foram retiradas serão repostas.

Novas faixas

Hoje pela manhã, novas faixas foram colocadas nas entradas do CCBS e do CCT pela diretoria da ADUFCG.

Fonte:ADUFCG – Atualizado em 12/04/2019 – às 17h22

Compartilhe:

Deixe seu comentário