Etapa estadual do III Encontro Nacional de Educa – ENE começa 15/02

11 de fevereiro de 2019

Estudantes, professores e demais trabalhadores de ensino da Paraíba participarão da etapa estadual para o III Encontro Nacional de Educação, que ocorrerá em Brasília (DF) nos dias 12, 13 e 14 de abril. O evento local será dividido em três seções e tem como objetivo preparar os participantes para os debates que ocorrerão durante o ENE.
A primeira seção dessa etapa estadual ocorrerá no dia 15 de fevereiro, às 19h, no auditório do campus IV da UFPB localizado no município de Mamanguape. O tema do debate será “A (im)pertinência do legado de Paulo Freire e a resistência popular”. Como palestrantes, já foram confirmados os nomes dos professores Antônio Gomes (UFCG), Rita Porto (UFPB) e Alder Júlio Calado (UFPE).


Antes do evento, também em Mamanguape, será realizada no período da tarde a segunda reunião da comissão organizadora do ENE na Paraíba. O primeiro encontro do grupo ocorreu durante o 38º Congresso do Andes, que aconteceu de 28 de janeiro a 2 de fevereiro, em Brasília.
O evento preparatório estadual terá continuidade no dia 23 de março, na cidade de Cajazeiras, com o tema “Formação e Valorização dos trabalhadores em Educação”. As atividades se encerram no dia 30 de março, em João Pessoa. Nessa terceira seção, ocorrerá a Plenária Final no período de 9h às 12h e de 14h às 17h, em local a ser definido.
Participam da organização da etapa paraibana do III Encontro Nacional de Educação as seguintes entidades: ADUFCG, ADUFCG-Patos, ADUC-Cajazeiras, ADUEPB, SINTEP-PB, SINTESPB, ASPEFIL, CCAE-UFPB, Secampo-UFPB, Fórum Estadual de Educação da Paraíba, Rádio Web Universitária, Regional Nordeste II do ANDES-SN, Sinasefe e CSP-Conlutas.
Outras entidades e organizações que queiram participar podem entrar em contato com a Diretoria da ADUFPB pelo e-mail adufpb@terra.com.br , informando um representante e o contato telefônico.
Sobre o Encontro Nacional
O III ENE será realizado de 12 a 14 de abril na Capital Federal e, além de construir uma proposta classista de educação, o evento também debaterá a resistência aos ataques à educação. Este ano, o tema é “Por um projeto classista e democrático de educação” e haverá oito eixos de debates: Conhecimento, Currículo e Avaliação; Financiamento da Educação; Formação de Trabalhadores da Educação; Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Questões Étnico-Raciais; Gestão/Organização do Trabalho Escolar; Organização da Classe Trabalhadora; Trabalho na Educação e Condições de Estudo; e Universalização da Educação, Acesso e Permanência.

Fonte: Ascom ADUFPB – 08/02/2019

Compartilhe:

Deixe seu comentário