Militar é nomeado secretário-executivo do MEC

1 de abril de 2019

Ricardo Machado Vieira, tenente-brigadeiro do ar, foi nomeado como secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC) nesta sexta (29). Em três meses de governo, Ricardo é o segundo secretário-executivo do MEC. Seu antecessor, Luiz Tosi, foi exonerado após críticas do astrólogo Olavo de Carvalho pelo twitter.

Ricardo já foi Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica
A nomeação de Ricardo parece ser mais uma batalha da guerra travada entre militares e defensores de Olavo de Carvalho no interior do MEC. Já são 15 exonerações no ministério desde que o governo começou. Antes da escolha do militar, dois nomes haviam sido aventados para assumir a segunda cadeira mais importante da pasta.

Primeiro, o cotado foi Rubens Barreto da Silva, que atuava como secretário-executivo adjunto desde que Luiz Tozi foi demitido. Depois, Iolene Maria de Lima, evangélica, membro da Igreja Batista em São José dos Campos (SP) e ex-diretora de uma escola religiosa.

Quem é Ricardo Machado Vieira

Ricardo ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1968. Ele chegou a ser chefe do Estado-Maior da Aeronáutica. Em 2014, foi para a reserva. Em 2015, no governo de Dilma Rousseff, foi nomeado secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (SEPESD) do Ministério da Defesa. No cargo, comandou o Projeto Rondon. Em fevereiro de 2019, foi nomeado assessor especial da presidência Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Agora, foi exonerado para assumir seu novo cargo.

Leia também:

“Comandar o MEC é um abacaxi”, afirma Vélez Rodríguez

Presidente do Inep é demitido em meio à crise do MEC

Fonte: ANDES-SN  – Com informações e imagem de Agência Brasil. em 29 de Março de 2019 às 17h31

 

 

Compartilhe:

Deixe seu comentário